O número de mortos pela passagem do ciclone tropical Freddy na província do Niassa subiu de dois para quatro.

Três destas mortes devem-se a desabamentos de casas e uma devido a cheias no rio Muchimázi nos distritos de Mandimba e Mecanhelas.

Em Mecanhelas, a sul do Niassa, o ciclone tropical Freddy destruiu parcial ou totalmente duzentas e trinta e três habitações e afetou mil duzentas e cinquenta e três pessoas que se encontram atualmente em centros de alojamento temporário.

No distrito vizinho de Cuamba, continua o processo de resgate das famílias sitiadas para os seus centros de alojamento, refere o administrador local João Muanguinchi.

Em Mandimba, outro distrito atingido pela tempestade, o levantamento dos atingidos é dificultado por interrupções rodoviárias em alguns troços.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui